Escolha uma Página

Veja neste artigo: o que é o 5S, sua Origem, e o que são os 5 Sensos.

O que é 5S?

5S é um programa, uma filosofia de trabalho baseada na disciplina de manter o ambiente organizado visando aumentar a produtividade e evitar desperdícios e erros. 5S vem das cinco palavras em japonês que compõem essa metodologia, que são:

  • seiri (utilização);
  • seiton (organização);
  • seiso (limpeza);
  • seiketsu (normalização);
  • shitsuke (autodisciplina).

Esses cinco elementos do 5S, ou housekeeping, como chamam outros autores, são normalmente chamados de sensos, para manter o nome 5S fazendo sentido. Assim, ao falar em 5S nos referimos aos cinco sensos.

A Origem do 5S

O 5S foi desenvolvido no Japão, após a segunda guerra mundial, entre os anos de 1950, pelo mesmo criador do Círculo de Controle de Qualidade, o engenheiro japonês Kaoru Ishikawa. Podemos notar dois pontos fundamentais:

  1. O 5S tem a cultura japonesa, o que nos remete à organização como intrínseca da pessoa, um sentimento muito forte de sociedade, respeito, rigidez a regras, pensamento metódico e dedicação total ao objetivo;
  2. O 5S vem dos fundamentos da qualidade, logo um dos principais objetivos do 5S é a qualidade, ou seja, possibilitar um ambiente de trabalho adequado para alta produtividade, sem desperdícios e erros, agregando valor para o cliente.

No Brasil, o 5S foi implantado por volta dos anos 1990, e numa primeira etapa, havia somente os três primeiros sensos. Com o sucesso obtido pelas empresas com a aplicação desses sensos, logo se estendeu para a metodologia completa.

Benefícios Esperados e Vantagens

Segundo Mazzafero e Grosselli (2009), os benefícios esperados pela implementação do 5S são:

  • melhoria da qualidade;
  • eliminação de desperdícios;
  • redução de custos;
  • melhorias do ambiente de trabalho;
  • otimização do espaço;
  • mudança dos hábitos e comportamentos;
  • espírito de equipe;
  • autodisciplina;
  • eliminação do estresse das pessoas;
  • incremento da eficiência;
  • administração participativa.

Assim podemos ver que o 5S é uma metodologia completa que soma o ambiente físico, pessoas, cultura e técnicas.

Os 5 Sensos

1. Seiri (senso de utilização)

Baseia-se em separar o que é usado e o que não é usado e organizar o ambiente de trabalho somente com o que tem utilização ou o que está próprio para uso.

Ao separar o que não é usado, ou não tem utilidade, pode ser feito um plano para descarte, reutilização por outros setores, ou apenas armazenagem apropriada em lugar adequado.

Pense que tudo que não é útil, atrapalha, e tudo que atrapalha é custo e pode gerar erros.

2. Seiton (senso de organização)

Após identificar tudo o que é necessário e ordenado por utilização, é preciso estabelecer um padrão de organização, ou seja, estabelecer onde cada item deve ficar, nomeá-lo e guardá-lo no local correto.

O foco deve ser na ordenação e na organização de todos os itens, incluindo ferramentas, equipamentos e materiais de uma maneira que facilite a retirada e a devolução ao local original após o uso

3. Seiso (senso de limpeza)

Aqui, deve-se manter um ambiente físico limpo. O ambiente físico limpo promove a saúde, evita pestes, doenças e aumenta o engajamento das pessoas.

Afinal, quem não gosta de conviver em um ambiente agradável? Limpeza também envolve hábitos saudáveis dos colaboradores.

4. Seiketsu (senso de normalização)

Esse senso visa estabelecer os padrões de trabalho, gerando padrões, normas, processos, fluxo de trabalho e como cada atividade deve ser desempenhada.

Além disso, também traz a ideia de saúde física e mental. Também é importante manter um ambiente padronizado, com segurança do trabalho, seguindo normas e padrões de qualidade e limpeza.

5. Shitsuke (senso de disciplina)

O 5S é implementado somente uma vez, pois parte da filosofia do 5S é a disciplina, ou seja, manter todos os sensos funcionando continuamente, ou seja:

  • não se guarda nada que não se utiliza;
  • não se coloca nada fora do lugar, assim não desorganiza;
  • não se suja, assim não é preciso parar para limpar;
  • não se cria nada novo sem um padrão;
  • seguir as regras por empatia ao próximo e pelo comprometimento com a cultura da empresa.

O 5S Na Manutenção

Poucas pessoas falam, mas o 5S deve ser aplicado no setor de manutenção. Todos os 5S podem ser aplicados a uma oficina, a um carrinho ou maleta de ferramentas, armários ou estoques de peças sobressalientes, ao manter a organização e limpeza de um local durante e após as intervenções de manutenção, etc.

São muitos os exemplos e aplicações. Porém são raros os materiais que focam em como organizar e otimizar o ambiente de manutenção.

Por isso que a Formação 5S na Manutenção trás uma abordagem do 5S dentro da manutenção e dentro do contexto da TPM (Manutenção Produtiva Total). Afinal o 5S é a base da Manutenção Produtiva.

Neste treinamento você vai aprender:

  • Implantação do 5S
  • Gestão de Pessoas
  • Técnicas e Ferramentas de cada um dos Sensos
  • Como aplicar tudo isso para a realidade da manutenção

Inscreva-se agora, basta clicar na imagem abaixo.

Formação 5S na Manutenção

Curso de 5S aplicado na Manutenção

Modular Cursos online